Valorização de imóvel por reforma

Foto de obra da MAAC

Nós trabalhamos com muitas reformas e, em todos os casos, a valorização minima dos imóveis reformados por nós foi o dobro do valor da compra. No entanto, sempre orientamos os clientes a terem um certo cuidado, caso ainda estejam na fase de escolha do imóvel antes da elaboração do projeto. Aqui, damos as principais dicas para quem está buscando valorizar o imóvel:

  • Localização: o bairro e a rua em que o imóvel se localiza é determinante no valor do metro quadrado, e o mercado aceita um valor máximo para a região. Antes de mais nada, é fundamental avaliar até onde se pode chegar com o preço em uma determinada região. Portanto, cuidado com o valor gasto na reforma, e tome providências para que ele não seja maior do que a valorização real do bairro.
  • Condomínio: Por mais que sendo proprietário de um imóvel você se esforçe para melhorar as condições do condomínio, estamos falando de um tema que envolve muitos moradores, e nem sempre é fácil conseguir a aprovação de todos para a valorização do edifício, já que estamos falando de despesa fixa. Não conte com essa melhora, e busque um imóvel em um condomínio que não te dê preocupações futuras.
  • Avaliação do imóvel: além da avaliação legal, da parte da “papelada”, ao se visitor um imóvel, teste sempre a parte hidráulica e elétrica. Aí é onde encontramos os problemas maiores e que muitas vezes não são visíveis em uma visita rápida com o corretor.
  • Reforma prioritária: áreas molhadas. Normalmente, as áreas de serviço (cozinha, copa e lavanderia) e os banheiros são os que mais precisam de reforma e é onde mais se gasta material de obra. Avaliando essas áreas que são as mais caras para reforma, você consegue ter uma idéia do quanto irá gastar.

As reformas são trabalhosas, mas viver em um ambiente bem resolvido arquitetonicamente, vale a pena. Boa sorte na busca de seu imóvel!

Autora do texto: Arq. Maria Alice Carvalho, da MAAC Arquitetura e Design de Interiores.

Imagem em destaque: arquivo de obras da MAAC Arquitetura e Design de Interiores, editada.

Caso haja a necessidade de publicação do texto acima, e até mesmo, parte ou frases do texto, será obrigatório citar fonte e o nome da autora.

Dúvidas: maac@maacarquitetura.com